Tipos existentes de tomadas pelo mundo

por

Quando decidimos viajar para fora do país, a mãe de Eduardo nos questionou se a gente tinha visto o tipo de tomada que o país utilizava e até então nossa preocupação era só em relação à voltagem, se o aparelho eletrônico deveria ser ligado em uma tomada de 110v ou 220v, para não queimar, mas nunca tínhamos nos dado conta de que tinha diversos tipos diferentes de entradas de tomadas. E nas nossas pesquisas, descobrimos que são mais de 15 tipos diferentes (pasmem).

Fizemos essa pesquisa baseado no site da World Standards. Percebemos que há países em que podem existir mais de três tipos diferentes de tomadas. Um exemplo prático é aqui no Brasil, que ainda existem as tomadas antigas de dois furos redondos (tipo C) e as novas, de três furos (tipo N): dois sendo paralelos e outro acima. Vamos a elas:

PUBLICIDADE:

Tomadas tipo A*

São formadas por dois furos chatos paralelos. Não é compatível com nenhuma outra tomada.

Tipo A

Tipo de voltagem: 100 – 127 V
Países mais usados: Estados Unidos, Canadá, México e Japão.

Tomadas tipo B*

São formados por dois furos chatos paralelos com um terceiro elemento arredondado ao centro e abaixo. É compatível com o tipo A.


Tipo de voltagem: 100 – 127 V
Países mais usados: Estados Unidos, Canadá, México e Japão.

Tomadas tipo C**

São formados por dois furos redondos paralelos. Não é compatível com nenhuma outra tomada.


Tipo de voltagem: 220 – 240 V
Países mais usados: Europa, América do Sul e Ásia.

Tomadas tipo D**

São formados por três furos redondos, sendo dois menores paralelos na base e um maior acima e no meio. É compatível com o tipo C.


Tipo de voltagem: 220 – 240 V
Países mais usados: Índia.

Tomadas tipo E**

São formados por dois furos redondos paralelos. É compatível com os tipos C e F.


Tipo de voltagem: 220 – 240 V
Países mais usados: França, Bélgica, Polônia, Eslováquia e República Tcheca.

Tomadas tipo F**

São formados por dois furos redondos paralelos. É compatível com os tipos C e E.


Tipo de voltagem: 220 – 240 V
Países mais usados: Europa e Rússia.

Tomadas tipo G*

São formados por dois furos chatos lado a lado e um furo chato perpendicular localizado acima e no meio. Não é compatível com nenhuma outra tomada.


Tipo de voltagem: 220 – 240 V
Países mais usados: Reino Unido, Irlanda, Malta, Malásia e Cingapura.

Tomadas tipo H**

São formados por três furos redondos, sendo dois paralelos na base e um acima e no meio. É compatível com o tipo C.


Tipo de voltagem: 220 – 240 V
Países mais usados: Israel e Palestina.

Tomadas tipo I*

São formados por dois furos chatos lado a lado – em ângulo inclinado –, podendo existir ou não um terceiro furo chato abaixo e no meio. Não é compatível com nenhuma outra tomada.


Tipo de voltagem: 220 – 240 V
Países mais usados: Austrália, Nova Zelândia, China e Argentina.

Tomadas tipo J**

São formados por três furos redondos, sendo dois paralelos na base e um no meio e um pouco acima. É compatível com o tipo C.


Tipo de voltagem: 220 – 240 V
Países mais usados: Suíça, Liechtenstein e Ruanda.

Tomadas tipo K**

São formados por dois furos redondos paralelos na base e um furo em forma de meia lua acima e no meio. É compatível com o tipo C.


Tipo de voltagem: 220 – 240 V
Países mais usados: Dinamarca e Groenlândia.

Tomadas tipo L**

São formados por três furos redondos paralelos. É compatível com o tipo C.


Tipo de voltagem: 220 – 240 V
Países mais usados: Itália e Chile.

Tomadas tipo M*

São formados por três furos redondos, sendo dois menores paralelos na base e um maior acima e no meio. Não é compatível com nenhuma outra tomada.

Tipo de voltagem: 220 – 240 V
Países mais usados: África do Sul.

Tomadas tipo N

São formados por três furos redondos, sendo dois paralelos na base e o outro, um pouco acima e no meio. É compatível com o tipo C.


Tipo de voltagem: 100 – 240 V
Países mais usados: Brasil.

Tomadas tipo O**

São formados por três furos redondos, sendo dois paralelos na base e um acima e no meio. É compatível com o tipo C.


Tipo de voltagem: 220 – 240 V
Países mais usados: Tailândia.

* Esses aparelhos precisam de adaptadores, caso seja brasileiro.
** O aparelhos brasileiros com a antiga configuração Tipo C não precisam de adaptador, mas os novos Tipo N, sim.

Dica:

Para os viajantes de plantão não vale a pena ter um adaptador para cada tipo de tomada, por isso existe os adaptadores universais, que em um único aparelho, tem diversos tipos de entrada, muito útil para quem viaja com frequência. Achamos esse vídeo na internet que mostra um modelo desses adaptadores 😀

 

 

Veja também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.