Morro de São Paulo, os encantos das praias e da gastronomia (Parte 2)

Olá queridos viajantes, sejam todos bem-vindos a segunda parada da nossa viagem. No primeiro momento relatamos como chegamos ao Morro de São Paulo. A proposta de hoje é descrever sobre os locais que visitamos (praias, tirolesa, ruínas, farol e o mirante da cidade), além de ótimas dicas de restaurantes locais. Antes gostaríamos de esclarecer sobre a data da nossa viagem, alguns leitores ficaram com dúvidas e nos procuraram para obter maiores informações. A viagem foi realizada entre os dias 26 e 28 de maio. O ônibus saiu de Petrolina/PE e nos pegou em Feira de Santana/BA. Pois bem, feitas essas ressalvas, vamos mergulhar na parte 2. Você é nosso convidado especial, venha @embarcacomagente nessa viagem!

A vista para a tirolesa

Como já falamos, chegamos ao Morro (na manhã do sábado, dia 27/5), conhecemos as dependências da pousada, guardamos nosso material e tomamos nosso café da manhã, wow, uma delícia! Em seguida, fomos conhecer e admirar as belezas das praias. Aproveitamos também para fazer a trilha que leva a famosa tirolesa, ela é muito tranquila, dura cerca de 15 min, são pouco mais de 126 degraus, uma subidinha básica. Essa trilha fica logo na entrada da primeira praia, bem próximo ao portal do Morro. Na subida é possível visualizar o farol da cidade e algumas ruínas de construções bem antigas. Tínhamos a expectativa de encontrar um dia bastante ensolarado na cidade, mas a realidade foi outra, o tempo permaneceu fechado praticamente durante todo o dia. Essa foi nossa manhã/inicio da tarde na cidade, então regressamos a 3ª praia, local no qual estávamos hospedados e fomos almoçar.

PUBLICIDADE:
Farol do Morro de São Paulo

Almoçamos no Restaurante Bela Vista, vizinho a pousada que estávamos hospedados. Eu (Renatinho) pedi um Fettuccine especial com carne; Lyly pediu um salmão com arroz, legumes grelhados e salada, tudo muito gostoso. O atendimento do restaurante é muito bom, Carol, a moça que nos atendeu é simpática e muito atenciosa. Quem conhece o Morro sabe, os atendentes dos restaurantes fazem de tudo para ganhar o cliente, até suco nos deram como cortesia, Maravilha!

Em seguida, descansamos um pouco na pousada e partimos para o nosso próximo destino, a 4ª praia. Motivo? Conhecer as tão famosas piscinas naturais do Morro que tanto queríamos conhecer, mas infelizmente a maré já estava alta demais. Que pena, né?

A maré alta impossibilitou as piscinas naturais

No dia seguinte acordamos cedo e fomos conhecer aquele paraíso. O dia estava bastante nublado e permaneceu assim o  dia todo. A noite não deu outra, choveu! Mesmo assim saímos para Jantar, a diversidade de restaurantes no Morro impressiona, tem de tudo! Lyly queria muito comer um bendito crepe, então saímos a caça.

Encontramos no Point do Açaí, localizado na 2ª praia. Pense num lugar agradável, amplo e limpo! Estava rolando um som ao vivo muito bom. O crepe estava muito bom, dei uma beliscada no prato de Lyly kkkk. Estava tão bom que não resistir, pedi uma tapioca de peito de peru para enganar o “buxo”, afinal queria experimentar uma pizza, aliás sou LOUCO por PIZZA! Saímos do Point e nos encaminhávamos para a pizzaria, foi quando, no caminho… me deparei com a Tapiocaria da Idy. A barraca fica localizada em frente ao Clube do Balanço. Quem arrisca o motivo que nos fez parar lá? Não foi nada demais… só uma tapioca de Nutella + Morango. Pense… mexeu comigo, não tive como resistir. Estava uma delicia, aliás amo Nutella. A Idy não economiza, ela “taca-lhe” Nutella na tapioca… nem gosto disso kkkkk. Vai ao Morro passa lá!

As piscinas naturais do Morro de São Paulo

Fala a verdade, ficaram super curiosos para saber o que sucedeu nas “benditas” piscinas naturais, né? Na nossa segunda tentativa conseguimos. Acordamos bem cedo no domingo, tomamos nosso café, pegamos a mochila e seguimos em direção a 4ª praia. Vale ressaltar que existem outras espalhadas em torno da ilha. A maré estava bem baixa, o dia estava esplendoroso, pense que numa paisagem linda! Ficamos maravilhados com a quantidade de peixes, havia uma infinidade. O local estava repleto de turistas, todos admirando aquele espetáculo! Ficamos boa parte do tempo sentados, admirando as belezas do criador! Foi uma “chuva” de fotos, aliás, tiramos mais fotos do que nos banhamos.

A diversidade de peixes é de impressionar

Como dicas indicamos acordar bem cedo para aproveitar a maré baixa. A caminhada até o local é bem tranquila, dura cerca de 10 a 15min partindo da 3ª  praia. Leve somente o essencial como: água mineral, roupa de banho, toalha, protetor solar, chapéu ou boné e claro, leve seu equipamento fotográfico/celular

Saímos impressionados daquele lugar. Após esse passeio, seguimos em direção ao centro do Morro, fomos visitar as outras praias, comprar nosso tradicional porta retrato, item indispensável na nossa coleção. Aproveitamos para nos banhar na 2ª praia. Partimos então para nossa última parada, almoçar e começar a organizar as malas para regressar para casa. Almoçamos no Funnys Restaurante, lá na 2ª praia, o atendimento foi ótimo, os garçons foram super atenciosos, educados e ágeis. O Ambiente muito limpo, organizando, de frente a praia e com um som ao vivo muito agradável. O local conta com wifi gratuita. O cliente pode escolher uma mesa a poucos metros do mar. E a comida? Pedimos respectivamente Fettuccine com Filé mignon e moqueca de peixe. Os pratos estavam deliciosos; muito saborosos e suculentos. Esses pratos são individuais, mas pela quantidade das porções, dá tranquilamente para servir 2 pessoas. Resultado, comida APROVADÍSSIMA, tudo nota 10.

Desse modo, encerramos nosso diário de viagem ao Morro de São Paulo. Foi muito bom ter sua companhia, esperamos tê-lo em breve em nossas viagens. Ladies and gentlemen portas em automático, vem @embarcacomagente!

Veja também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.