Entenda como funciona o Tax Free

por

Existe uma coisa na Europa, na verdade em todos os países que compõem a União Europeia e em algumas nações do oriente, além de Argentina, Uruguai, México e Austrália, chamado: Tax Free, ou para os mais íntimos: melhor coisa que existe hahaha

Mas o que seria isso? Primeiro o Tax Free vale apenas para turistas* e não moradores do país. É o retorno do imposto pago nos produtos comprados no exterior, ou seja: o imposto cobrado nas peças que você comprou no exterior no final da sua viagem é devolvido para você.

PUBLICIDADE:

*Turista: qualquer pessoa estrangeira que não resida no país em que está efetuando a compra do produto.

Também soubemos que nos Estados Unidos, estados como Texas e Louisiana, por exemplo, reembolsam parte da “sales tax”. Por isso, antes de viajar, confira as condições de reembolso do imposto local.

Foto: Pixabay

Falando da nossa experiência na Europa:

A política de devolução é bem simples, primeiro nem todas as lojas são credenciadas, então você precisa saber qual loja possui o Tax Free (nossa queridinha, a Primark, aceita). Geralmente as lojas que aceitam possuem uma sinalização (adesivos e/ou placas informando), mas se não tiver, é sempre bom perguntar a um vendedor. A taxa conta a partir de um valor predefinido pela loja, então o valor que você receberá do Tax Free é diferente de loja para loja.  Ex: Se em uma determinada loja o valor mínimo para a utilização do Tax Free for €80, você precisa consumir no mínimo €80 para receber o imposto de volta.

Como funciona? Na hora que você for passar as compras no caixa, você deve informar para o vendedor que irá querer o serviço do Tax Free. No final, quando passar todas as peças, eles irão emitir uma nota onde você precisará preencher os seus dados e obrigatoriamente você precisará estar com o seu passaporte para fazer a comprovação, após isso ele te dará uma outra nota carimbada. Simples assim.

Mas como receber o Tax Free: Você deve juntar todas as notas que tiver (pode ser de lojas diferentes, de países diferentes e não precisam ser do mesmo dia), mas todas precisam estar carimbadas pelas suas respectivas lojas.

Se você estiver viajando por várias cidades, no último aeroporto que você voltará para casa, você vai mostrar essas notas no balcão do Tax Free. Nosso último trecho foi no aeroporto de Lisboa, em Portugal, e descobrimos que precisávamos primeiro despachar as malas que não iam ser analisadas para o Tax Free. Despachamos as malas e ficamos só com a mala que tinha os produtos que compramos, porque você precisa separar todos os produtos comprados (que você irá utilizar o Taxe free), com etiquetas – sinceramente eu não sei se os produtos precisam estar etiquetados (porque o que adiantar Senhor, você comprar as roupas pra arrasar nas fotos e não poder usá-las? Tudo por causa de uma etiqueta kkkkkk).

Eu tinha lido em um blog que precisava deixar as etiquetas, eu deixei em algumas peças já em outras não hehehe mas a mulher no aeroporto nem olhou nada). Podemos ter dado sorte, mas ela só viu as nossas notas, pediu pra abrir a mala, deu uma olhada e pronto. Ela devolveu as nossas notas e nos deu um recibo, com o valor que íamos receber. Despachamos a mala com ela mesmo, afinal já tínhamos despachado as outras e já estávamos com os nossos cartões de embarque).

E depois da fila do raio-x  você vai para uma outra fila do Tax Free, essa é para receber o dinheiro (demos sorte de novo, porque não tinha NINGUÉM nesta fila hehe, mostramos o recibo que a mulher que verificou os comprovantes nos deu, a moça do caixa viu, e perguntou em qual opção gostaríamos de receber o reembolso: na hora ou receber no cartão de crédito, optamos para receber na hora mesmo. Foi tudo bem simples, depois disso fomos para a fila da alfândega para embarcamos. Esse passo a passo até pegar o dinheiro foi em Lisboa, Portugal, não sei como é em outros lugares, mas foi assim com a gente.

Dica: Tem etiqueta em algumas roupas que você consegue usar sem precisar tirar. E teve um macacão que eu comprei que a etiqueta era bem simples de retirar, ai eu tirei, usei e depois coloquei-a de volta hehehehe repito: não sei se é preciso deixar as etiquetas, mas achei melhor não arriscar.

Sim, teve gente que foi complicado para conseguir receber o Tax Free, o impasse foi na primeira parte de mostrar os produtos para a mulher do aeroporto. Pelo que eu observei, as pessoas que compraram muitos perfumes, relógios… foram as que estavam sendo paradas. Quando era perfume, a moça do aeroporto conferia, nota por nota, valor e tudo mais. Como não tínhamos comprado perfume, só roupas mesmo, foi tudo bem simples.

Muita gente não sabe desse serviço, ou acha que é muito difícil de receber, mas achei tranquilo. É claro que você precisa chegar cedo no aeroporto, para fazer o desembarque e o processo do tax free (que leva um bom tempo, mas vale muito a pena).

Veja também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.