Como se organizar financeiramente para viajar

por

Eu sempre tive em mente que ir para a Europa era algo muito surreal, ou melhor era apenas um sonho. Mas com muito esforço e dedicação fizemos com que esse desejo se tornasse realidade, não vou escrever uma fórmula para você ir para algum país da Europa (que se fosse assim eu estaria lá agora hehe), mas umas dicas que possam te ajudar a alcançar esse objetivo, que ano passado, pra gente, foi ir à 5 países da Europa. Mas independente do lugar espero que ajude 😀

Um sooonho!

A primeira coisa de tudo na vida é: prioridade. Saiba quais são as suas, porque o resto é só correr atrás. Como todo amante de viagem olhar o decolar.com ou qualquer site de busca de passagem é um clichê, mas são super importantes, visto que são ótimos para fazer pesquisa e saber qual o melhor mês para viajar, com a gente não é diferente… Vimos que tinha uma promoção de passagem ida e volta para a Europa em novembro de 2017 (que até então, nem era a nossa opção de viagem), mas diante disso agendamos nossas férias esse mês, lembrando que ainda era agosto de 2016, e foi quando a saga da primeira Eurotrip começou há exatamente 15 meses antes da viagem. Tínhamos comprado a passagem, para 20 dias, chegando em Londres e voltando de Lisboa, fizemos: Londres>Amsterdã>Bruxelas>Paris>Porto e Lisboa!

PUBLICIDADE:
A cara de felicidade de quem ta em Londres hahaha
Qual foi?! Vamos economizar e ser feeeliz?

A segunda coisa muito importante é: planejamento. Com a passagem comprada (em 10x no cartão hehe) e 15 meses faltando para a viagem, o primeiro pensamento foi: “Deus, só pode ser um sonho”, e pra esse sonho ser realizado de forma certa o segredo é: economizar. E foi isso que fizemos.

Tínhamos um prazo relativamente legal, mas uma vida normalizada com contas para pagar e saídas com os amigos. A única prioridade da gente até então era pagar as contas, porque as saídas foram reduzidas a quase nenhuma, encontro tínhamos, mas saídas de fato, só quando era comemoração importante, como aniversário. Então como falei no começo tínhamos uma prioridade e ela era juntar o máximo de dinheiro que conseguíssemos para viajar.

O monumento mais liiiindo da viagem 😀

Começamos a vender brigadeiro no trabalho, e qualquer gasto extra como restaurante, saídas eram reduzidas. Não estou falando para você vender algo (embora que isso ajudou muito hehehe) ou deixar de sair e se tornar um anti-social, só que modere nas saídas. Evitar ao máximo gastos supérfluos.

Porto foi a grande surpresa da viagem

Também tínhamos um cofre, onde todo mês a gente depositava um quantia e no final ela serviu para pagar algo da viagem. E outra dica importantíssima é: saiba até onde você pode ir. A gente tinha certeza que queira viajar sem dívida alguma, ir com tudo pago: passeios, hotéis, museus, então a gente olhava as coisas por mês, tinha mês que dava para comprar 2 passeios, outro que dava pra pagar apenas um hotel… Claro que o fator: tempo, nos ajudou também, porque pudemos ir pagando as coisas da viagem com uma certa tranquilidade, íamos parcelando conforme nossas condições.

Quando viramos artes

Acho que o segredo foi esse, não ganhamos um rio de dinheiro e conseguimos fazer exatamente tudo que a gente tinha planejado, e temos certeza que você também conseguirá, seja para ir para onde for, o importante é ter foco e saber onde quer chegar que vai conseguir. E claro, quando for viajar leva a gente junto! 😀

Veja também

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.